Pages

25 de janeiro de 2015

POST ATRASADO: Estreias de Durarara e Kami-sama Hajimemashita!


Olá, leitor! Graças aos céus está chovendo! Sério, estava cansada de mim mesma reclamando do calor! Não amenizou muito, mas... Enfim, vamos ao post! Eu devia ter postado essas resenhas dos primeiros episódios há muito tempo, mas uma coisa leva a outra e... Bem, Durarara estreou na telinha japonesa and nos nossos computadores com um visual totalmente diferente. É visível a diferença de imagem, não que antes estivesse melhor. Não me leve a mal, eu amo Durarara, mas odeio os traços e a adaptação para anime não ajudou em nada! Talvez não dê para perceber pela imagem que roubei do Durarara Brasil, mas em algumas cenas os personagens parecem ser desenhados por um bebê de três anos! Não sei se trocaram de estúdio ou algo, mas isso me incomodou no primeiro episódio. Esse é o único contra da série.

Percebemos pelo primeiro episódio, junto a música de abertura, que teremos muitas surpresas! Por falar nisso, no primeiro episódio somos apresentados aos nossos personagens favoritos e é mostrado o que cada um anda fazendo de sua vida. As coisas não mudaram nada em Ikebukuro, Celty continua criando confusão com sua moto/cavalo! Shizuo continua espancando as pessoas, Izaya como sempre manipulador e eu continuo amando e odiando ele! Já no episódio dois vemos alguns novos personagens, destaque para o Aoba e as irmãs do Izaya!


Temos novas gangues se formando e um assassino à solta! Prós: Temos novos personagens se juntando a trama. O primeiro episódio nos mostrou alguns deles, e estou animada para conhecê-los principalmente as irmãs do Izaya, porque sabemos que ele não presta, e suas irmãs loucas não ficam atrás.

Temos também a notícia de que a série terá três temporadas! Uuuhul. E sim, eu preciso fazer uma resenha de Durara, mas se você nunca assistiu aqui vai a sinopse.:

''Ryuugamine Mikado é um garoto que almeja a vida agitada da cidade grande. A convite de seu amigo de infância Masaomi Kida, ele se transfere para uma escola em Ikebukuro. Masaomi alertou-o sobre as pessoas que deve tomar cuidado: um lutador campeão, um informante e um misterioso grupo chamado “Dollars”. Assustado com a histórias de Kida, Mikado testemunha, no seu primeiro dia, uma lenda urbana, a Dullahan (Cavaleiro Sem Cabeça) montada em uma motocicleta preta. A partir de então, a existência de casos sobrenaturais e uma gangue chamada os Lenços Amarelos subirá à superfície, e Ikebukuro nunca mais será a mesma cidade pacífica…''



Durarara é o tipo de anime em que ninguém é o que parece ser, tem cenas que te deixa com o queixo caido e se perguntando ''WTF?'', e você não deixa de se surpreender até o final! Mais do que recomendado!


E agora Kami-sama Hajimemashita! A história começa se desenvolvendo de onde a primeira temporada terminou. Temos nossa querida Nanami fazendo o que ela faz de melhor: nada! Seu trabalho como Deusa do Templo é tão pobre que a coitada não consegue nem fazer os selos de proteção! Damos um desconto para a Nanami porque não é do dia para noite que se vira um Deus, certo? Já que a primeira temporada se concentrou no relacionamento da protagonista com Tomoe, acredito que agora veremos ela se desenvolver como deusa. Vemos também nosso querido e amado Tomoe, agora mais suave com a nossa querida protagonista, mas ainda sim pega no pé da mesma para que ela melhore.

Achei algumas cenas do primeiro episódio bem entediantes, mas nos é apresentado a um novo personagem super fofo! Sem spoiler sobre o que ele é, okay? Mas já está no meu kokoro <3


O episódio dois foi bem melhor e mostra que mesmo humana, nossa querida Nanami mostra a que veio. Nos é mostrado o ''mundo dos deuses'', e vemos também que eles não foram nada com a cara da nova humana, mas Nanami não vacilou! (Nem preciso dizer que amo esses traços né?)


Na abertura nós vemos que tem um novo personagem que irá abalar as estruturas dos dois personagens principais. Acredito que a trama irá abordar isso e a vida da Nanami como Deusa, e claro terá cenas românticas NanamiXTomoe que agora serão muito mais fofas já que o nosso kitsune está descobrindo que seus sentimentos pela deusa atrapalhada são mais profundos.


Quando assisti os primeiros episódios de Kami-Sama, lá na primeira temporada, achei que seria mais um clichê dos Shoujos, mas a história foi crescendo em mim, e simplesmente amo os personagens secundários. E apesar dos clichês e algumas cenas desesperadoras, você acaba se apaixonando por esse mundo de deuses, demônios raposa e espíritos. Aqui vai a sinopse de KH, e sim também farei resenha dele em breve.

''O pai de Momozono Nanami, um homem com inclinação para jogos de azar, desaparece após acumular muitas dívidas. Então, a menina é expulsa de sua casa pelos cobradores. Quando conhece um homem tímido que estava sendo perseguido por um cachorro, ele diz que dará a ela sua casa, que, na verdade, é um santuário. Esse cara, sem o consentimento de Nanami, passou uma espécie de selo para ela,o que a transformou numa espécie de Deusa, então ela foi morar nesse templo onde o homem misterioso havia dito que ela poderia ficar. Lá, um cara com orelhas de raposa aparece,Tomoe, juntamente com dois espíritos, o que deixa Nanami ainda mais confusa. O carinha com orelhas de raposa é nada mais nada menos que o servo do antigo dono do Santuário e ele não aceita que sua nova mestre seja uma frágil humana. Só que o coração dele vai mudando e o de Nanami também. É através desse enredo que a história se desenvolve.''

E que venham os próximos episódios! 
Beijos

 renata massa