Pages

11 de janeiro de 2013

Dica de leitura: Vampire Kisses



Nessas férias eu resolvi voltar a ler os livros que estavam pendentes na minha lista e um deles é a série Vampire Kisses. Para quem não sabe, VK é uma série de livros escritos pela autora Ellen Schereiber. São sete livros até agora, a autora ainda tem outra série de livros com o mesmo tema sobrenatural.


A série ficou tão famosa que até ganhou uma versão super fofa em mangá! Que estou louca para ler, mas prometi a mim mesma que só leria, depois de ler pelos menos os três primeiros livros da série. Para quem já leu os livros, mas não sabia que existia o mangá fica o link aqui. Ao lado você pode ver todos os outros sete livros. Agora vamos à resenha do livro:

Sinopse: A mansão em cima da Colina Benson ficou vazia por anos. Mas um dia ela parece estar ocupada, e seu habitante misterioso e lindo, Alexander Sterling, torna-se a fonte de muita fofoca na cidade. Raven, uma garota gótica obcecada por vampiros que sempre se considerou uma forasteira em Dullsville, está determinada a desvendar a verdade que cerca o intrigante Alexander. A medida que ela passa a conhecê-lo, e as faíscas se intensificam, Raven se encontra em algumas situações imprevistas. Alexander poderá tornar seu sonho de uma vida toda realidade? Mas o amor sempre tem suas complicações – especialmente quando só pode ser acordado ao anoitecer.

Eu sempre tive vontade de ler essa série, mas nunca tive tempo, porque minha lista de livros, assim como a de animes e mangás, continua crescendo a cada dia. Bom, comecei a ler o primeiro livro e vou dar a minha opinião, (e tentar não dar muito spoiler aqui). Eu achei o livro bem diferente, eu o baixei (não gostei nenhum pouco da digitalização), comecei a ler com calma, e percebi que ele parece mais uma fanfic, (Estórias escritas por fãs), do que um livro de verdade. Não cheguei a comprar o livro na livraria, por isso não sei se isso aconteceu na versão impressa, mas na digitalizada sim.

É um livro que cerca todos os clichês sobre vampiros. Achei bem teen mesmo, sabe, sem grandes expectativas. Eu vi algumas fotos da Ellen (a autora), não li entrevistas, nem comentários, nada, mas pelas fotos você pode ver que a Ellen é a Raven! Aconteceu aquele errinho dos autores de colocar sua personalidade nos livros. Uma teoria minha é que: Ellen é uma gótica, que ama vampiros e começou a escrever Vampire Kisses de uma vontade muito grande que ela tinha de encontrar um vampiro. Ela deve ter posto muitos elementos de sua personalidade, na personagem Raven. Isso é uma coisa ruim? Não. Como escritora eu sei que isso é inevitável. Mas a estória poderia ter se desenvolvido muito mais.


O primeiro livro é uma introdução ao mundo da Raven. Você conhece os amigos dela, a família, sua personalidade escura e loucamente apaixonada por vampiros e seres da noite. Uma coisa que achei interessante foi à introdução do Alexander. Ele não é aquele típico galã que entra na vida da personagem príncipal do nada, os dois se apaixonam e ponto. Não. No caso ali a Raven que foi atrás, que fuçou tanto na Mansão antiga que os dois acabaram ''se achando''. O interesse de um pelo o outro não nasceu do nada também. Os dois são diferentes e se sentem excluídos do mundo, e acabam vendo que são iguais e acabam se apaixonando. É uma coisa que aconteceria no mundo real, você procura estar com pessoas que são iguais a você. É mais fácil você se apaixonar por alguém que tenha os mesmos gostos e estilo do que por alguém totalmente diferente. É isso. Achei o motivo da paixão repentina aceitável.

O final é aquele que dá vontade de você ler o próximo livro. E é só isso que eu vou comentar. Hahaha! Sem spoiler povo!

Já baixei o segundo livro e vou começar a ler, também vou começar a ler a saga Game of Thrones, que eu tipo, estou apaixonadíssima. Tanto que farei um post comentando sobre a serie e o livro.

Espero que tenham gostado da dica de leitura. É um livro gostoso de ler nesses dias de chuva, com um bom copo de chocolate quente e biscoitos de maizena. Boa leitura!



 renata massa